Abordagem do Fisioterapeuta nas Lesões da Fáscia Plantar
Publicado em 21/11/2010

Por Ft.David Homsi

Fasciíte plantar é uma inflamação na fáscia plantar, uma faixa que reveste o músculo flexor curto dos dedos que se localiza na planta do pé. É constituída por tecido fibroso, sendo completamente inelástica. Ela é de origem traumática, a Fascia plantar dá tensão e mantém a arcada óssea do pé estável. A sua dor é frequentemente confundida como sendo do esporão calcâneo.

O esporão do calcâneo faz parte do quadro da fasciíte plantar e se caracteriza por um crescimento ósseo no calcâneo, mas é importante saleintar que o esporão não ocorre na fáscia plantar e sim na musculatura flexora anterior dos dedos à qual é adjacente a fáscia.

Este é um dos problemas mais comuns nos pés dos corredores, sendo as principais causas: retração do tendão calcâneo e pés cavo, dentre outros

 

Causas:

 

  • sobrecarga de treinamentos
  • encurtamento da musculatura posterior da perna
  • atletas com pé cavo e pé plano

 Primeiros sinais e sintomas:

 

  • dor local
  • dor piora após corrida
  • dores matinais
  • dor mais intensa fazendo com que o atleta pare de treinar

 Fonte: www.radiologiadoesporte.com.br / Dr.Milton Miszputen

 

Fonte: www.radiologiadoesporte.com.br / Dr.Milton Miszputen

 

 

Tratamento:

 

Numa fase tardia ( qdo a dor já se instalou ), inicia-se um tratamento conservador medicamentoso e fisioterápico, deve ser mantido por um longo período, pois a recuperação é lenta. A fisioterapia, através da aplicação de ultra-som e laser, é utilizada para melhorar a cicatrização, evitando que o tecido cicatrizante se torne menos flexível que a própria fáscia.

 

 

ALONGAMENTOS  E PREVENÇÃO

 

  • Panturrilha
  • Flexores dos dedos
  • O uso do gelo é indicado para diminuir o processo inflamatório nesta região. Deve ser aplicado várias vezes ao dia, principalmente após a realização dos alongamentos e também logo após a corrida.
  • Alongamento com bola de tênis na planta do pé em movimentos circulares e na direção das fibras

 

PALMILHAS ORTOPÉDICAS

 

É uma aliada ao fisioterapeuta no tratamento e prevenção da fasciíte ( fasceíte ) plantar. A palmilha DEVE ser feita sob medida ( evite as vendidas em mercados e farmácias ), pois ela deve-se adequar à sua anatomia do pé.

Faz-se uma análise postural, analisa-se os pés, tornozelos, joelhos e quadril.

O teste é feito através da BAROPODOMETRIA. Veja aqui a importância de se fazer o teste de pisada http://www.davidhomsi.com.br/index/artigo/id/15

 

TOC-TERAPIA POR ONDAS DE CHOQUE

Em um caso mais crônico da fascíite plantar, podemos utilizar a terapia por ondas de choque (eletrohidráulico ), que consiste da emissão de choques no ponto de dor junto à fáscia plantar. Sendo este  um efetivo e seguro tratamento da fasciite plantar e consequentemente  a dor causada pela doença.